Greenpeace ou Nestlé: quem vai ganhar? | Diário do Verde - Meio Ambiente em 1º lugar

Descer

Assine!

Greenpeace ou Nestlé: quem vai ganhar?

Greenpeace x NestléEmbate travado: Greenpeace x Nestlé
/
A ONG Greenpeace denunciou a Nestlé. A Nestlé denunciou o Greenpeace!!!
/
A história é um tanto complicada.
A Rede Ambiental Greenpeace, uma das mais respeitadas instituições do meio ambiente ao redor do planeta, vem denunciando atos repugnantes da gigante empresa do ramo alimentício, especificamente da área de confeitaria e doces.
Segundo tal instituição, um chocolate da marca Nestlé, conhecido por KitKat, estaria patrocinando a devastação de áreas florestais da Indonésia, e destruição de comunidades locais e ameaçando espécies nativas da região, como o Orangotango. A Indonésia é um país da Ásia, continente este que, por sua vez, serve de ligação para a Ásia e a Oceania (une os continentes, uma espécie de ponte).
Tudo isto estaria sendo causado pelo cultivo de dendê para a produção do chocolate, na região.
Só que, como já é de se prever, toda denúncia que possa comprometer uma empresa, ainda mais uma empresa de proporções como a Nestlé, gera reações mais que inesperadas: abusivas. O embate entre a Nestlé e o Greenpeace começou há exata uma semana, quando este vídeo-denúncia foi parar no YouTube (para quem não conhece, o YouTube é o principal encontro daqueles que adoram vídeos e novidades da internet):
/
video
/
A Nestlé reagiu rápido: dê só uma olhada neste números, que eu recebi por e-mail do Greenpeace, já que sou um CYBERATIVISTA, e ajudo na divulgação dos manifestos on-line:
/
Dados:
/
* A Nestlé pediu para que o YouTube tirasse nosso vídeo da web, mas, como muita gente já tinha repostado, ele começou a pipocar em diversas contas ficou impossível eliminá-lo do ar. Até agora, mais de 600 mil pessoas já assistiram ao vídeo.
* Os usuários do Facebook visitaram a página da Nestlé para perguntar se a empresa iria parar de comprar de fornecedores que desmatam para plantar dendê e receberam respostas mal-educadas. Apesar da tentativa da Nestlé de abafar o caso, inúmeros sites e blogs deram a notícia.
* Mais de 100 mil pessoas em todo o mundo enviaram ao presidente da Nestlé na Suíça, Paul Bulcke, uma carta apontando os problemas e pedindo soluções.
/
É impressionante a ação rápida que acontece mediante qualquer denúncia realizada pelo Greenpace: quase que instantâneamente, os acusados, fazem de tudo para abafar o caso. Foi o que a Nestlé, por sua vez, tentou realizar, mas não conseguiu, para o bem da natureza, especialmente dos orangotangos.
Veja abaixo, o manifesto que o Greenpeace está fazendo, pedindo para que as pessoas enviem uma carta ao Presidente da Nestlé exigindo medidas drásticas:
/
Introdução:

/
Peça a Nestlé que pare de destruir as florestas da Indonésia para produzir chocolate
A Nestlé compra óleo de dendê para seus chocolates da empresa Sinar Mas, que destrói a floresta da Indonésia para plantar dendezeiros e eucalipto para produzir papel. A sobrevivência de comunidades locais e dos orangotangos, nativos da floresta, está ameaçada. Participe.
/
Mensagem na íntegra:
/
Prezado Paul Bulcke,
Presidente da Nestlé
/
O óleo de dendê que você compra para produzir o chocolate “Kit Kat” é resultado da destruição das florestas tropicais da Indonésia. Grandes empresas, como a Sinar Mas, destroem a vegetação primária, chamada floresta de turfa, para plantar dendezeiro, mais eucalipto para produzir papel.
A destruição ameaça a sobrevivência dos orangotangos, nativos da floresta, e das comunidades locais, além de emitir gases de efeito estufa que contribuem para o aquecimento global.
Você e as empresas com quem você comercializa óleo de dendê estão envolvidas na destruição da floresta de turfa.
A Nestlé, maior empresa de alimentos e bebidas do mundo, compra mais de 320 mil toneladas de óleo de dendê por ano. Sua co-responsabilidade sobre a destruição das florestas indonésias é clara. A empresa precisa influenciar mudanças positivas na cadeia de produção de seus fornecedores.
Mesmo com o bom exemplo da Unilever, multinacional de alimentos e cosméticos que já cancelou seu contrato com a Sinar Mas pelas práticas irresponsáveis, a Nestlé não toma nenhuma atitude.
Nestlé, pare de fugir de sua responsabilidade e assuma esse problema. É preciso:
- Interromper relações comerciais com qualquer empresa do Grupo Sinar Mas;
- Parar de comprar produtos de empresas que comercializam óleo de dendê, papel e celulose da Sinar Mas;
- Pressionar o governo e as indústrias da Indonésia para proteger a floresta de turfa, e estabelecer uma moratória pelo fim do desmatamento.
/
Para assinar o manifesto, exigindo esclarecimentos da Nestlé para com a sociedade, é muito fácil: basta ENVIAR MENSAGEM PARA A NESTLÉ.
É grátis, fácil e rápido. Eu já assinei, e estou fazendo a minha parte na luta por um mundo melhor. Queira o mesmo também: Participe, e ajude o Greenpeace a ajudar você!!!
/
Diário do Verde - Sou a Favor!

Share |

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Interessou-se pelo artigo, e gostou do que encontrou aqui?

Então, deixe o seu comentário - a sua marca, e indique qual o seu ponto de vista sobre o conteúdo: se concorda ou discorda do que foi apresentado, se foi útil ou não, enfim: fale à vontade, pois afinal, a sua opinião é muito importante para o Diário do Verde!

Antes de Comentar leia os Termos de Uso, em especial a parte de Comentários, para saber como interagir com nossos artigos, tirar suas dúvidas e ser respondido(a).

Para entrar em contato diretamente, preencha o Formulário de Contato.

E por fim, responda a nossa Pesquisa de Opinião, e ajude na construção de um Diário do Verde cada vez melhor para todos, em especial, para você!

Diário do Verde - 2009/2010.
Meio Ambiente, em 1° Lugar!!!

© Direitos reservados à Diário do Verde | Desenvolvido por Crie Web | Licença: CC 3.0 Internacional/Brasil Subir